Pinterest: O que você precisa saber para vender nessa rede

Assim como todas as outras redes sociais, o Pinterest também está trabalhando na criação de ferramentas para vendas na sua rede. Como exemplo, o Instagram lançou há alguns meses as suas ferramentas para o Instagram Shopping e o TikTok também anunciou a chegada de links para compras.

Pinterest: O que você precisa saber para vender nessa rede

A primeira vez que o Pinterest investiu em ferramentas desse tipo foi em 2015 com a introdução dos Pins Compráveis que levavam os usuários diretamente a um produto por meio da sua rede. No ano passado eles aumentaram esses recursos dedicados a compras, valorizando a missão da empresa de ajudar as pessoas a se conectar e descobrir coisas novas.

De acordo com dados divulgados pelo Pinterest, 83% dos usuários compraram um produto após vê-lo postado na rede por alguma marca. Atualmente, a rede social de inspiração conta com 320 milhões de usuários ativos mensais, o que mostra uma excelente oportunidade de público para muitas marcas. 

Tudo isso faz com que muitas lojas do e-commerce acabem se interessando pela plataforma e resolvam utilizá-la nas suas estratégias de vendas. Abaixo selecionamos algumas dicas do que você precisa saber antes de considerar a rede como parte da sua estratégia e começar a vender pelo Pinterest.

Pins de Produto

Em outubro de 2018, o Pinterest deu uma nova cara a suas ferramentas de compras com os Pins de Produto, que são conectados diretamente com algum produto, como por exemplo uma calça jeans. 

Quando clicados, esses Pins levam o usuário diretamente ao e-commerce do lojista. Diferente do Instagram, onde os usuários podem comprar direto no aplicativo da rede, no Pinterest os consumidores sempre são levados para o site do lojista para finalizar a compra. 

Esses Pins também exibem o preço do produto em tempo real, além de mostrar se o produto está em estoque.

Qualquer marca ou lojista com uma conta empresarial no Pinterest pode utilizar os Pins de Produto. Basta que seja feito um upload do catálogo de produtos na plataforma para começar. A partir disso, os pins são criados automaticamente. 

No último relatório da empresa, foi constatado um aumento de 75% de novos catálogos de lojistas na rede. Marcas como Levi’s já utilizam o recurso.

Anúncios de “Compre o Look”

Em setembro, o Pinterest anunciou um recurso para comprar o look. Disponível, por enquanto, apenas para empresas nos EUA, o recurso é especialmente útil para empresas das áreas de moda.

O “Compre o Look” é um tipo de anúncio que permite que os lojistas trabalhem com fotos mais compostas e editoriais, fazendo com que elas também sejam clicáveis para compra.

Se um lojista posta uma foto de uma modelo usando um jeans, camiseta, brincos, bolsa e tênis, cada item desse pode ter o seu próprio Pin e ser comprável. 

Imagens com esse tipo de Pin terão pontos brancos identificando quais produtos podem ser comprados. Até 25 produtos podem ser marcados em cada imagem. 

Além da versão paga de anúncios do Compre o Look, também existe uma versão orgânica e gratuita que permite que os lojistas façam essas postagens nas suas próprias páginas. Essa versão orgânica já está disponível no Brasil, Reino Unido, Alemanha, França e Japão.

Aba de Loja

Esse é um recurso que torna mais fácil a visualização dos produtos da sua loja, reunindo todos em um único lugar para o usuário.

Quando um usuário visitar o seu perfil, ele pode consultar a aba Loja. Ali ele terá acesso a todo o seu catálogo cadastrado no Pinterest. Assim, o usuário pode clicar em qualquer produto que gostar e ser direcionado para compra no seu e-commerce.

Além disso, na versão mobile, a aba loja também mostra o preço dos produtos. Diferente do feed tradicional, que serve para trazer imagens de inspiração e descoberta, a aba loja tem o intuito de levar o usuário diretamente a compra.

Pesquisa visual

Essa é mais uma ferramenta muito útil para lojistas de moda. Lançada em 2017, ela permite que os usuários tirem fotos de qualquer coisa e pesquisem por itens similares na rede.

Um ano após o lançamento dessa ferramenta, o número de pesquisa já estava em torno de 600 milhões ao mês.Atualmente, a pesquisa visual consegue reconhecer mais de 2,5 bilhões de objetos diferentes. 

O Pinterest se mostra como uma plataforma interessante para marcas que trabalham muito com produtos visuais e que podem servir de inspiração para seus consumidores.

Investir nesta rede pode ser uma boa estratégia caso o seu público alvo seja mais criativo e busque sempre por novas inspirações. Fazer um teste pode valer a pena.

Fonte: Glossy

You may also like...