As piores senhas de 2015

A empresa SplashData revelou a sua lista anual com as piores senhas do ano, destacando um dos piores hábitos dos usuários da internet. A SplashData é uma empresa especializada em soluções para gerenciamento de senhas, e analisou mais de 2 milhões de senhas que vazaram no último ano para criar uma lista com as 25 mais comuns.

As piores senhas de 2015

Sem nenhuma surpresa, a senha “123456” ficou no topo da lista como a mais usada, desde 2011 essa senha ocupa o primeiro lugar na lista. Outras senhas apareceram pela primeira vez como “1qaz2wsx”, porém é igualmente insegura, pois se trata de uma sequência de teclas encontrada em qualquer teclado padrão e poderia ser facilmente descoberta.

Algumas palavras e expressões em inglês também fazem parte da lista, como “password” (literalmente “senha”) e letmein (deixe-me entrar).

Abaixo a lista com as 25 senhas mais usadas, se a sua está aqui talvez seja hora de mudar:

  1. 123456
  2. password
  3. 12345678
  4. qwerty
  5. 12345
  6. 123456789
  7. football
  8. 1234
  9. 1234567
  10. baseball
  11. welcome
  12. 1234567890
  13. abc123
  14. 111111
  15. 1qaz2wsx
  16. dragon
  17. master
  18. monkey
  19. letmein
  20. login
  21. princess
  22. qwertyuiop
  23. solo
  24. passw0rd
  25. starwars

 

As sequências numéricas são o tipo de senha mais comum, seis senhas entre as 10 primeiras são compostas apenas por números e possuem grande similaridade entre si. A utilização de termos culturais também não é uma boa ideia, na lista vemos que “baseball” e “starwars” também se tornaram comuns.

Para uma maior segurança, a SplashData recomenda a utilização de senhas que possuam 8 ou mais dígitos com diferentes tipos de caracteres (letras, números e símbolos) e usar combinações diferentes de usuário e senha para cada site que você possui cadastro. A utilização de uma senha fraca aumenta os riscos de invasão e roubo de identidade, é importante garantir uma senha forte para utilizar em acessos bancários, e-mails e redes sociais.

O relatório completo pode ser acessado através desse link.

 

You may also like...