Da loja física para o e-commerce: não trate sua loja online como um puxadinho

Para quem possui uma loja física, abrir uma loja online parece o caminho certo na hora de expandir os negócios. Com o crescimento do e-commerce nos últimos anos, o setor se mostra atraente para quem quer crescer, alcançar novos clientes e aumentar as suas vendas.

Da loja física para o e-commerce: não trate sua loja online como um puxadinho

Porém, um ponto onde muitos lojistas falham na hora de implementar uma versão online da sua loja física está relacionado a dedicação aplicada para que o novo negócio dê certo.

Não basta abrir uma loja online e esperar que ela venda sozinha, um e-commerce precisa de dedicação e investimentos em ofertas, produtos, entrega, atendimento e uma série  de outros fatores que fazem com que ela funcione.

Sua loja online é uma extensão da sua loja física e nenhum resultado vai aparecer sem que esforços sejam feitos. Afinal, você não pode tratar sua loja online como um puxadinho.

O que fazer?

Bom, você está realmente estar disposto a investir seu tempo em uma versão online da sua loja, mas o que fazer a seguir?

Existem alguns passos para que você possa implementar o seu e-commerce e fazer uma integração completa com a sua loja física.

Nós selecionamos algumas dicas do que você pode fazer para começar a trilhar esse caminho. O primeiro passo é pensar na sua seleção de produtos, ou seja, você vai vender tudo o que tem na sua loja física no seu e-commerce?

Pense no seu mix de produtos

É interessante pensar que o seu e-commerce também funciona como uma vitrine para sua loja física, pois a maioria dos seus clientes vai esperar encontrar os mesmos produtos e ofertas em ambas as lojas.

Por isso, é importante definir bem quais produtos você pretende vender na sua loja virtual.

Comece fazendo uma listagem dos seus produtos mais vendidos e com potencial de atrair clientes e vendas. Além disso, você pode utilizar o público da sua loja física como fonte de informação para saber quais produtos eles esperam encontrar em uma versão virtual da sua loja.

Assim, você terá dados sobre as necessidades e as demandas do seu público, conseguindo definir o que vender online nesse início.

Escolha uma plataforma de e-commerce que atenda as necessidades da sua loja online

A plataforma de e-commerce é um sistema onde você vai comandar a sua loja online, nela você vai cadastrar seus produtos, receber pedidos, extrair relatórios, criar campanhas e etc.

Aqui, não caia no erro de escolher uma plataforma básica ou, até mesmo, gratuita. Novamente, não trate sua loja online como um aspecto inferior do seu negócio.

Uma boa plataforma deve atender todas as suas necessidades básicas para começar a vender sem grandes dores de cabeça.

Faça uma boa pesquisa, converse com outros lojistas e escolha uma plataforma completa que te permita atender seus clientes com a mesma propriedade que você atende no seu ponto físico.

Além disso, é importante pensar nas integrações que essa plataforma permite realizar com a sua loja atual.

Utilize um modelo integrado

Uma das dores de cabeça enfrentadas pelos lojistas que querem migrar para o e-commerce é em relação ao gerenciamento das duas lojas. Começam a surgir dúvidas sobre o controle de estoque, faturamento, notas fiscais e as finanças em geral do novo negócio.

Uma bela solução para controlar toda essa situação é utilizando um sistema integrado de gerenciamento, como, por exemplo, um sistema de ERP.

De um modo simplificado um ERP é um sistema que funciona junto com a sua plataforma de e-commerce e pode integrar em um único lugar o seu sistema financeiro, comercial e o estoque da sua loja.

Assim, você tem um gerenciamento único do seu negócio e controle total das vendas, independentemente do canal onde ela foi realizada.

Alguns dos ERPs mais usados no e-commerce são o Tiny e o Bling.

Cuide bem da sua logística

Diferente de uma loja física, no e-commerce você não vai simplesmente colocar o produto em uma sacola e entregar ao seu cliente, aqui o processo de envio é mais complexo e exige uma atenção especial.

Após decidir o que você vai vender na sua loja online, você precisa pensar no envio desses produtos para seus clientes.

Você vai utilizar caixas? Envelopes? Plástico bolha? Fitas? Todas essas decisões precisam ser tomadas na escolha da embalagem ideal para o seu tipo de produto.

Além disso, também é necessário pensar nas formas de envio e nas integrações com transportadoras. Tudo para entregar o produto com segurança para o consumidor e cobrando um frete justo.

Disponibilize diferentes métodos de pagamento

Na hora de finalizar a compra você precisa oferecer diferentes opções de pagamento, já que você não sabe quais métodos para pagar o seu cliente possui ou prefere.

Procure oferecer uma boa variedade de métodos de pagamento para que os consumidores escolham qual se encaixa melhor na sua compra, aumentando as chances de finalização.

Alguns métodos de pagamento incluem cartão de crédito/débito, boleto bancário, transferência, depósito, pagamento com dois cartões, PaylPal e opções de parcelamento.

Defina quais são melhores para o seu e-commerce e o seu público.

Ofereça uma experiência online e offilne

Possuir uma versão online da sua loja física garante algumas vantagens que podem te diferenciar dos outros e-commerces em geral. Você pode transformar a experiência de compra do cliente ao unificar esses dois modelos.

Uma das opções mais comuns é disponibilizar a retirada do produto no ponto físico, oferecendo frete grátis e praticidade para o cliente que não pode receber o produto em casa.

Essa retirada no local também ajuda a atrair clientes para a sua loja física, gerando movimento e, quem sabe, mais vendas.

O contrário também pode ser feito, apresentando o seu site para clientes que visitaram a loja física e não realizaram nenhuma compra. Você pode, até mesmo, oferecer um cupom de desconto para a primeira compra nesses casos.

Vale a pena todo esse trabalho?

Pode parecer muito trabalhoso implementar uma loja online junto com a sua loja física, porém existem muitas vantagens que fazem essa mudança valer a pena.

A primeira delas é que seu e-commerce fica aberto 24h por dia, todos os dias da semana, permitindo que os consumidores comprem no momento que acharem mais oportuno.

Além disso, sua loja deixa de ser local e passa a ter um alcance nacional, você poderá vender para todo o Brasil, expandindo a sua marca.

A sua loja online também aumenta a visibilidade da sua loja física que, por sua vez, empresta credibilidade para as vendas online.

Todas essas vantagens ajudam a expandir o seu negócio, portanto procure o máximo de informações sobre o comércio eletrônico, converse com lojistas que já fizeram essa expansão, estude, faça um planejamento e se prepare para entrar de vez no e-commerce.

Se quiser, nós podemos te ajudar nessa, é só entrar em contato por aqui.

Gostou desse conteúdo? Não esqueça de assinar a nossa newsletter e ficar por dentro de todas as nossas novidades.

You may also like...