Black Friday 2016 cresce 17% em relação a 2015

O faturamento da Black Friday 2016 foi maior do que em 2015, mas ficou abaixo da expectativa do mercado. As vendas subiram 17% em relação ao ano passado, contabilizando um total de R$1,9 bilhão, pouco abaixo do valor esperado de R$2,1 bilhões. As informações são da Ebit e contabilizam as vendas realizadas no período entre 0h e 23:59 da última sexta-feira (25/11) nas 22 mil lojas cadastradas no sistema.

Black Friday 2016 cresce 17% em relação a 2015

O número de pedidos subiu 4%, num total de 2,92 milhões de pedidos. O pico de pedidos ocorreu entre meia-noite e uma da manhã quando foram realizados cerca de 50 pedidos por segundo. O tíquete médio também subiu, foi 13% maior do que em 2015, com gasto médio de R$653 por pedido.

 

As compras através de dispositivos móveis também representaram uma boa parcela do lucro da Black Friday desse ano, 20% das compras online foram feitas através de smartphones e tablets, totalizando cerca de R$380 milhões. No ano passado essa parcela era de apenas 9%.

 

Muitas lojas começaram as suas promoções por volta das 20h da quinta-feira, se considerado o faturamento a partir desse horário o valor foi de R$2,06 bilhões. Essa antecipação explica as vendas um pouco abaixo do esperado durante a Black Friday propriamente dita e torna o faturamento mais próximo do previsto.

 

Reclamações

De modo geral, as reclamações foram bem menores esse ano. O Procon registrou 845 reclamações pela internet, em 2015 foram 1.184. Os principais motivos de reclamação envolviam mudança no preço do produto na hora do fechamento da compra, produtos em ofertas indisponíveis e maquiagem de preços.

 

No Reclame Aqui foram registradas 2.912 reclamações, no ano passado foram 4.400. As principais reclamações foram sobre propaganda enganosa, divergência de valores e problemas na finalização da compra.

 

A Kabum! foi a campeã de reclamações na plataforma, com 588 queixas. Em segundo lugar ficou a Americanas.com com 249 e em terceiro o Submarino com 149. Abaixo você confere o ranking com as 10 lojas com mais reclamações desse ano. Os dados são da Exame.com.

Categorias

Os eletrodomésticos superaram todas as categorias e foram os mais vendidos durante a Black Friday, tanto em volume de pedidos quanto em faturamento.

 

As cinco categorias com mais pedidos foram

1º – Eletrodomésticos

2º – Telefonia/Celulares

3º – Moda e acessórios

4º – Eletrônicos

5º – Informática

 

As cinco categorias com maior faturamento

1º -Eletrodomésticos

2º –Telefonia/Celulares

3º – Eletrônicos

4º – Informática

5º – Casa e Decoração

 

Com informações da Folha de S. Paulo e E-commerce Brasil.

You may also like...