Pequenos e-commerces: 7 dicas rápidas para prosperar

Não é segredo para ninguém que o comércio eletrônico é um meio altamente competitivo, com novas lojas e formas de comprar surgindo quase que diariamente. Esse dinamismo do e-commerce atrai cada vez mais consumidores, e novas táticas de vendas, como compra por voz, chatbots ou social e-commerce são implementadas para manter o interesse e a praticidade da compra para esses consumidores.

Pequenos e-commerces: 7 dicas rápidas para prosperar

Porém, essas táticas podem custar um bom dinheiro e nem sempre são uma opção viável para pequenos e-commerces, fazendo com que muitas lojas fiquem para trás e se tornem esquecidas no meio de tantas opções.

Apesar disso, existem alternativas para pequenos lojistas que custam pouco dinheiro e podem ajudar muito na hora de divulgar o seu negócio e atrair consumidores. A seguir vamos listar algumas dicas para isso:

Ações que podem ajudar pequenos e-commerces a prosperar

Saiba como seus consumidores usam smartphones

Apesar do e-mail marketing continuar sendo essencial para o comércio eletrônico, é interessante que a sua loja comece a investir em outras formas de se comunicar com seus consumidores. Levando em consideração que atualmente todos vivem conectados a um smartphone, esse é um bom lugar para começar.

Seja por um aplicativo, mensagens de texto ou até mesmo pelo messenger, tire proveito dessas funcionalidades para enviar notificações e manter o seu consumidor informado sobre suas promoções e novidades.

Além disso, sua loja também precisa estar 100% otimizada para ser acessada por dispositivos móveis, facilitando as compras de quem prefere esse modelo.

Entre nas redes sociais agora

Pare de pensar que redes sociais como Facebook e Instagram só servem para postar fotos e vídeos engraçados. Essas redes são grandes geradoras de vendas para muitos e-commerces e se tornaram o canal de comunicação favorito de muitos consumidores. Então se você ainda não tem um perfil nessas redes, faça um agora.

Utilize-as para manter contato com seus clientes, seja por inbox ou respondendo algum comentário, além de postar suas promoções, novidades em produtos e os bastidores do seu negócio, trazendo humanidade para sua marca.

Ofereça mais opções de pagamento

Os consumidores gostam de ter opções variadas na hora de finalizar a compra. Por isso, faça uma análise de quais formas de pagamento você oferece e veja se existe espaço para oferecer novas opções além do básico.

Para ir além do boleto e do cartão de crédito você pode oferecer pagamento por transferência, débito, pagamento com dois cartões e fazer integrações com facilitadores como Moip e Mundipagg.

Utilize chatbots

Usar inteligência artificial para vender não é nenhuma novidade, os chatbots vieram para ficar, tornando a comunicação com o cliente mais rápida, acessível e barata.

No entanto, é interessante utilizar parte do seu tempo para personalizar a experiência com os chatbots da sua loja, deixando a conversa o mais próximo possível de um diálogo humano.

Para começar, faça uma análise sobre as principais dúvidas que você recebe dos seus consumidores e a partir disso crie suas respostas automáticas. Isso diminui o tempo de espera no atendimento e resolve as dúvidas mais simples e rápidas dos consumidores.

Use as palavras corretas

Essa é uma dica para quando você for construir os seus textos, principalmente em campanhas segmentadas. Cada tipo de público-alvo interpreta o que você diz de uma forma diferente. Ou seja, se você utilizar gírias atuais em uma postagem é bem provável que seu público com mais de 50 anos não entenda do que você está falando.

Portanto, faça um estudo sobre o tom de voz mais adequado para utilizar nos seus textos, encontrando palavras e expressões que mais se encaixam nas suas descrições, na sua forma de atender o cliente e que vão de encontro a identidade da sua loja.

Caso o seu público tenha uma grande variação de idade, tente encontrar um meio termo que seja bom para todos ou trabalhe sempre com segmentação.

Utilize boas imagens e vídeos

Fotos e vídeos tem o poder gerar ou cancelar uma venda, independentemente do quão bom seja o seu produto. Uma imagem ruim vai afastar o cliente.

Procure sempre trabalhar com imagens em alta resolução, mostrando bem o seu produto e destacando cada detalhe. Não se esqueça de também incluir imagens do produto em uso, mostrando o seu contexto e como ele pode ajudar a resolver o problema do consumidor.

Para pequenos e-commerces, exibir uma imagem real e de qualidade do produto pode ser o fator definitivo na hora da finalização de uma compra.

Fique atento as tendências

De tempos em tempos surgem memes que estouram nas redes sociais, já tivemos alguns clássicos como “já acabou, jéssica?” ou “três reais”.

O fato é que esses memes acabam grudando na mente das pessoas e são repetidos exaustivamente em cada canto da internet.

Muitas marcas se aproveitam dessas tendências e criam suas próprias versões desses memes, engajando consumidores e conseguindo um bom alcance orgânico.

Mas seja rápido, pois da mesma forma como esses memes ficam populares rapidamente ele também ficam saturados com a mesma velocidade.

Resumindo: existem opções para que pequenos e-commerces possam lutar e se manter relevantes no comércio eletrônico. Encontre o seu nicho e trabalhe essas ações para atrair consumidores e divulgar a sua loja online.

Gostou das nossas dicas? Não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter e curtir nossa página no Facebook.

Fonte: Practical Ecommerce

You may also like...