Evite fraudes em vendas por e-commerce

Segundo a consultoria eMarketer, as vendas no comércio eletrônico devem atingir a marca de 6,5 trilhões de dólares em 2023. Entretanto, esse crescimento nas vendas por e-commerce será acompanhado por um aumento no número de fraudes digitais.

Os varejistas online lidam atualmente com cerca de 206.000 ataques em suas lojas a cada mês. Dessa forma, à medida que cresce a popularidade das compras online, crescem as oportunidades para cibercriminosos e consumidores inescrupulosos cometerem crimes na internet.

Assim, se você possui ou opera uma loja online, você deve se proteger contra fraudadores que roubam de você, destroem sua reputação online, enganam seus clientes, prejudicam sua marca e diminuem seus lucros.

Para te ajudar a combater esses criminosos, nós selecionamos algumas dicas que vão ajudar a proteger sua loja.

Etapas para evitar fraudes em sua loja de comércio eletrônico

1. Conduza auditorias regulares de segurança do local.

Quer descobrir falhas em sua segurança antes que criminosos e fraudadores o façam? Portanto, faça auditorias frequentes de segurança em seu site, e se pergunte:

  • O sistema do carrinho de compras e os plugins estão atualizados?
  • Nosso certificado SSL está atualizado e funcionando?
  • É suficiente a frequência que fazemos backup de nossa loja online?
  • Usamos senhas fortes para contas de administrador, painéis de hospedagem, CMS, banco de dados e acesso ao FTP?
  • Verificamos o nosso site regularmente em busca de malwares?
  • Criptografamos a comunicação entre nossa loja e nossos clientes e fornecedores?
    Removemos plugins inativos?

2. Monitore seu site regularmente em busca de atividades suspeitas.

As lojas tradicionais contratam agentes de prevenção de fraudes para prender os ladrões. Nesse sentido, você precisa proteger sua loja online contra transações fraudulentas monitorando sua loja em busca de atividades suspeitas.

Dessa forma, monitore suas contas e transações em busca de sinais de alerta, como faturamento e informações de envio inconsistentes, bem como a localização física de seus clientes.

3. Use um Serviço de verificação de endereço (AVS).

Os serviços de cartão de crédito e os bancos oferecem um serviço de verificação de endereço (AVS) para detectar transações suspeitas em tempo real com cartão de crédito e evitam fraudes com cartão de crédito. Dessa forma, o AVS compara o endereço de cobrança enviado pelo usuário do cartão com o endereço de cobrança do titular do cartão que está registrado no banco emissor.

Essa verificação ocorre como parte da solicitação do comerciante ao processador de pagamento para autorizar a transação com cartão de crédito. Assim, quando os endereços não correspondem, o sistema recusa a transação ou a sinaliza para investigação.

4. Exija números do valor de verificação do cartão (CVV) para todas as compras.

O código de segurança de três dígitos dos cartões de crédito e débito VISA®, MasterCard® e Discover® e o código de segurança de quatro dígitos no verso dos cartões de crédito e débito American Express® é denominado Card Verification Value (CVV) ou Código de segurança do cartão (CSC) estão na parte de trás dos cartões.

Portanto, ao exigir que todos os compradores forneçam este código para todas as transações, você garante que os clientes tenham o cartão de crédito físico em mãos. Dessa forma, além de mantê-lo seguro, isso diminui as chances de ocorrer alguma fraude.

5. Use HTTPS (Hypertext Transfer Protocol Secure).

HTTPS é a versão segura do HTTP, que é o protocolo principal usado para enviar dados entre o navegador do cliente e sua loja online. O HTTPS criptografa esses dados para proteger informações confidenciais, como nomes de clientes, endereços e números de cartão de crédito. Assim, o uso de HTTPS impede que ladrões tenham acesso as transações da sua loja. Para usar o HTTPS você deve comprar um certificado SSL.

6. Evite coletar muitos dados pessoais de clientes.

Uma maneira de proteger sua loja no caso de violação de dados é coletar e armazenar o mínimo possível de dados do cliente. Afinal, os ladrões não podem roubar o que você não tem.

Dessa forma, colete apenas os dados de que você precisa para concluir uma transação e enviar o produto. Evite coletar datas de nascimento e outros dados desnecessários sobre os clientes.

7. Evite endereços de envio não físicos.

Os fraudadores geralmente evitam sua detecção protegendo seu endereço físico. Assim, eles preferem usar uma caixa postal ou outro local anônimo para receber as compras. Afinal, a polícia não pode bater na porta se não tiver uma porta para bater.

Se você for um comerciante online e quiser evitar esse tipo de fraude, nunca envie pedidos online para caixas postais e outros endereços virtuais, como os de agentes de carga. Você pode localizar endereços que pertencem a agentes de carga porque eles têm um número de contêiner no endereço, como 726 Dock Road Suite 300 # KXQ-582899328.

Caro leitor,
Esperamos que essas dicas ajudem a aumentar a segurança da sua loja. Assim, caso tenha alguma dúvida, entre em contato com o nosso suporte pelo canal Shoppub.

Um forte abraço da equipe Shoppub

Fonte BigCommerce

You may also like...