Vendas da Black Friday 2017 geram R$2,1 bilhões

No último final de semana de novembro (24 a 26) tivemos a edição 2017 da Black Friday, uma das datas mais importantes do e-commerce. Agora que a poeira baixou é hora de analisar o saldo da data e pensar nas melhorias para as próximas edições. A Ebit fez um levantamento dos principais dados durante o evento, considerando também a véspera na quinta-feira.

Vendas da Black Friday 2017 geram R$2,1 bilhões

Nesse ano, a Black Friday teve um faturamento de R$2,1 bilhões no comércio eletrônico, um aumento de 10,3% em relação a 2016. O número de pedidos teve um aumento de 14%, totalizando 3,76 milhões.

O ticket médio teve uma queda em relação ao ano passado de 3,1%, fechando em R$562. Em 2016 esse valor foi de R$580. Essa queda no ticket médio reflete a maior quantidade de descontos oferecidos na Black Friday desse ano e no aumento de pedidos.

Em relação ao mobile, foi registrado um aumento de 81,8% nas compras realizadas por smartphones. No total essas compras representaram 30% dos pedidos no período de quinta a sexta, mais uma vez reforçando a força dos dispositivos móveis no e-commerce.

Sobre as categorias mais vendidas, em relação ao volume financeiro que representaram, temos:

 

  • 23% – Eletrodomésticos
  • 21% – Telefonia / Celulares
  • 17% – Eletrônicos
  • 10% – Informática
  • 6% – Casa e Decoração

 

Outro dado interessante é sobre a busca pelo melhor preço. O comportamento desconfiado em relação a “Black Fraude” levou muitos consumidores a sites de comparadores de preço. Os mais consultados foram Zoom (54%) e Buscapé (39,8%). Esse dado mostra que pode ser uma boa oportunidade investir nesses buscadores durantes datas como essa.

 

Como escreve mesmo?

Um fato interessante sobre a Black Friday foi como o brasileiro procura pelo termo nos buscadores. Alguns dados de pesquisa registrados pela SEMrush mostraram que o termo “Black Friday” foi procurado mais de 550 mil vezes.

Mas, algumas formas “alternativas” também registraram um alto volume de buscas, como “Black Fridey” e “Black Fryday” com 19 mil bucas. Outros termos buscados foram “Black Flayder”, “Black Fride”, “Black Frid”, “Blak Friday”, “Black Freday”, “Black Fridy” e “Black Fraidai”. Portanto é bom atualizar as suas tags de busca.

Por fim, podemos dizer que o consumidor está cada vez mais engajado com a data, representando uma boa oportunidade para vendas em diversos setores. Mas ainda existe uma grande desconfiança em relação a falsas promoções.

O ideal é não cair na tentação de criar um falso desconto e se programar para praticar descontos reais e ações de engajamento para os seus clientes. Evitando problemas e gerando vendas.

 

You may also like...