SEO para iniciantes: 3 dicas fundamentais

Com tanta informação por ai sobre estratégias de SEO, pode ser difícil para iniciantes descobrir por onde começar. Embora o conhecimento técnico seja importante, é necessário ter uma base sólida para que suas páginas conquistem um bom posicionamento nos resultados de pesquisa.

Pensando nisso, reunimos nesse artigo algumas noções de básicas de SEO para que você consiga entender facilmente do que se trata e comece a aplicar no seu conteúdo. Vamos lá?

SEO para iniciantes: 3 dicas fundamentais

Afinal, o que é SEO?

Bom, o SEO começa com as pesquisas orgânicas, ou seja, quando alguém faz uma consulta em mecanismos de buscas como o Google.

Em geral, as pesquisas orgânicas atraem boa parte dos visitantes de um site, tendo um grande potencial para gerar leads e receita, por isso é importante ter um bom lugar nessas buscas.

Os resultados de uma pesquisa orgânica são exibidos em uma ordem específica, com as melhores páginas para aquela busca aparecendo no topo. Assim, o objetivo do SEO é fazer com que a sua página apareça o mais próximo possível desses primeiros lugares.

Esses mecanismos possuem uma série de especificações para ranquear os sites, e o SEO é uma prática para configurar ou modificar páginas e conteúdos para ranquear de acordo com esses algoritmos. A sigla SEO vem de Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca.

Mas como fazer essa otimização?

1 – Crie conteúdos relevantes que vão de encontro as pesquisas realizadas

Para ter uma boa performance nos resultados de busca você precisa saber o que as pessoas querem e como os seus produtos ou serviços podem ajuda-las.

Essa é a grande função dos mecanismos de busca: ajudar e servir pessoas reais com problemas reais.

Em termos de SEO, isso significa que você precisa ter um conteúdo relevante nas suas páginas, com palavras-chaves objetivas e um conteúdo atual.

SEO para iniciantes: Palavras-chave

As palavras-chaves são termos que você utiliza no seu conteúdo para atrair visitantes.

Por exemplo: se você quer que os usuários encontrem a sua loja quando pesquisarem “tênis de corrida”, você deve incluir essa palavra-chave no título da sua página, na sua meta descrição e no seu conteúdo.

As palavras-chave podem ser apenas um termo, ou uma combinação de termos, tudo vai depender do conteúdo que você pretende produzir, da sua concorrência e do seu público alvo.

A grande questão é descobrir quais palavras-chaves funcionam para o seu negócio. O que a sua loja oferece aos consumidores e como isso pode ser resumido em poucas palavras?

A pesquisa de palavra-chave, algo básico mas crucial em uma estratégia de SEO, permite que você identifique quais palavras são mais valiosas para o seu negócio.

Ferramentas como o Ubersuggest te ajudam nessa descoberta, pois elas informam o que as pessoas estão buscando e qual a frequência dessa busca.

Além disso, você terá informações sobre palavras relacionadas e qual a dificuldade de competição em uma busca orgânica.

A sua concorrência também é uma fonte de busca de palavras-chave. Visite suas páginas de produtos, blogs, artigos informativos e analise quais perguntas eles estão respondendo e como ajudam os consumidores.

SEO para iniciantes: Intenção de Pesquisa

A palavra-chave se torna inútil quando você não entende a intenção de pesquisa, ou seja, ela deve estar de acordo com as expectativas dos usuários.

Se você tem um e-commerce que trabalha com diferentes tipos de cafés torrados, talvez a sua página não seja relevante para quem busca “como torrar café”, pois o usuário não está com a intenção de comprar.

Para evitar esse tipo de confusão você pode classificar suas palavras-chave em três categorias:

Navegacionais: Direcionando para o seu site

Informacional: Para ensinar sobre um tópico ou falar de um assunto específico

Transacional: Para quem está querendo comprar

SEO para iniciantes: SEO on-page

É essencial saber como o conteúdo das suas páginas influencia no seu ranking. Não importa se você está publicando blog posts, artigos ou guias, os mecanismos de pesquisa vão analisar esses conteúdos em busca de adequação e utilidade.

Os “robôs” do Google analisam as suas páginas em busca de títulos e descrições para entender o que você está abordando.

Para que isso funcione bem, ofereça dicas aos mecanismos de busca, como palavras-chave, tags de título e descrições explicando como o seu conteúdo aborda aquele assunto.

Artigos mais aprofundados e longos geralmente alcançam um melhor posicionamento porque eles incluem informações substanciais sobre o tópico abordado. Isso não significa que posts curtos não possam ranquear bem.

2 – Construa sua autoridade

O Ranking do Google foi construído com base em reputação online, principalmente por meio de links. Os links são o equivalente a credibilidade na internet, e quando outras páginas confiáveis direcionam os visitantes ao seu site os mecanismos de buscas te consideram mais confiável.

Além disso, os mecanismos de pesquisa também possuem uma visão abrangente sobre a reputação, o que inclui menções a sua marca. É vital gerar comentários positivos sobre a sua loja, seja do público ou de parceiros, para que o Google entenda o nível de confiança que as pessoas depositam no seu negócio.

SEO para iniciantes: Construção de links

Construir uma rede de links respeitável é o primeiro passo para demonstrar a autoridade da sua loja.

Aqui, é interessante entender a diferença dos links. Links de outros sites para as suas páginas são links externos, ou backlinks, enquanto links das suas páginas para outras no mesmo domínio são links internos.

Uma estratégia de backlinks é essencial em um trabalho de SEO, pois eles são analisados pelos mecanismos de busca e trazem reconhecimento para o seu negócio de acordo com quais sites te recomendam.

Embora você possa conseguir backlinks naturalmente ao publicar bons conteúdos, você também pode entrar em contato com outros sites e solicitar uma troca de links, melhorando esse fator para ambos.

SEO para iniciantes: Social Media

Apesar de as redes sociais não influenciarem diretamente no ranking, sua presença nessas redes pode contribuir com o seu tráfego, popularidade, compartilhamento e ajuda cm o SEO.

Sua presença no Twitter, Facebook, Instagram e LinkedIn pode crescer por meio de links compartilhados por clientes, então lembre-se de investir em serviços de social media para uma estratégia completa de SEO.

3 – Foque na experiência do usuário (UX)

Ter uma página centrada no usuário é outro componente do SEO. Afinal, como você pode atender as expectativas dos visitantes quando eles clicam na sua página?

Os mecanismos de pesquisa dependem de pessoas curiosas, e eles recompensam esses usuários com conteúdos que atendam essas curiosidade, sendo esse um dos princípios do Google, transformando a forma como você lida com o SEO.

SEO para iniciantes: Sinais UX

Os mecanismos de busca acompanham o comportamento dos usuários quando eles interagem com a sua página. Esses traços deixados pelo usuários refletem o quão preciso são os rankings exibidos para as pessoas.

SEO para iniciantes: Tempo de Permanência

Um dos sinais da experiência do usuário é o tempo de permanência, ou seja, quanto tempo o usuário fica em um site antes de voltar a fazer uma nova pesquisa.

O tempo de permanência significa o quanto o usuário achou a sua página importante de acordo com a pesquisa que ele realizou.

SEO para iniciantes: Tempo de Carregamento

O tempo de carregamento de uma página vai de encontro com as expectativas do usuário, já que ninguém gosta de ficar esperando uma página carregar e isso afeta o SEO pois os usuários abandonam o site antes do esperado.

Melhorar a velocidade de carregamento das suas páginas pode melhorar o seu posicionamento no Google pois o seu conteúdo será visto mais rapidamente e será convidativo para o usuário.

Resumindo: para que o seu SEO seja valioso você deve entregar um conteúdo que satisfaça os usuários aliado a um bom carregamento de página que traga uma experiência positiva de navegação.

Parece muito, mas essas dicas são somente a ponta do iceberg do que você pode fazer uma estratégia de SEO. Contudo, são um excelente ponto de partida e vão te ajudar muito a melhorar a posição da sua loja nos rankings de pesquisa.

Não se esqueça de assinar a nossa newsletter e ficar por dentro de nossas novidades.

Fonte: WebFX

You may also like...