Estudo diz que sair do Facebook te deixa mais feliz

Atualmente pode ser difícil viver sem acesso as redes sociais como Facebook ou Twitter, já se tornou um hábito checar o celular em busca de novas notificações ou mensagens. Partindo desse princípio, um instituto de pesquisa da Dinamarca realizou uma pesquisa para analisar o quanto as redes sociais afetam a nossa qualidade de vida.

O Happiness Research Institute conduziu um experimento com 1095 voluntários. Essas pessoas foram separadas em dois grupos, um dos grupos poderia utilizar as redes sociais normalmente e outro deveria sair do Facebook por uma semana. 94% dos participantes visitava o Facebook como parte da sua rotina diária.

Estudo diz que sair do Facebook te deixa mais feliz

Após uma semana sem utiliza o Facebook, o grupo apresentou um aumento significativo na sua satisfação com a própria vida, além de se sentirem mais felizes e menos solitários. Em relação a vida social, o grupo também disse que ocorreu um aumento nas suas atividades sociais no mundo real e que estavam mais satisfeitos com isso.

Outros dados apontados pelo estudo mostraram que as pessoas que ficaram sem o Facebook apresentaram um aumento na capacidade de concentração, e que as pessoas que ainda usavam a rede regularmente tinham 55% de chance de se sentirem mais estressadas.

De acordo com o estudo, as pessoas no Facebook tem 39% de chance de se sentirem menos felizes do que os seus amigos. Uma das razões é o fato de que as pessoas tem uma tendência em focar no que as outras pessoas tem ao invés de focar no que elas realmente precisam.

O estudo é uma bom ponto de partida para pessoas que sentem que as redes sociais possam estar afetando a sua vida de alguma maneira. Uma semana de folga do Facebook pode fazer diferença. Você pode baixar o relatório completo do estudo clicando aqui.

You may also like...