Você precisa fazer parte de todas as redes sociais?

Há alguns anos as marcas estavam decidindo se iriam fazer parte das redes sociais ou não, e aqueles que decidiram não tinham muitas opções de rede. Hoje, contudo, parece que a cada mês surge uma nova plataforma de social mídia. O cenário mudou completamente e pode ser desencorajador para as marcas investir em algo que não possui garantia de retorno.

Você precisa fazer parte de todas as redes sociais?

Para tornar essa decisão mais fácil, vamos falar sobre cinco questões que cada empresa deve analisar antes de investir em novas redes sociais. Veja a seguir.

 

1 – Quais são os usuários atuais?

Sem dúvidas essa é a questão mais importante de todas, porque a resposta vai te ajudar a determinar se vale a pena ou não explorar esse novo canal.

Se os usuários da rede possuem o perfil do seu público alvo então vale a pena dar uma investigada, mas é obvio que se os usuários não se encaixam no seu perfil não é necessário nenhum tipo de avaliação da rede.

O que você quer saber desses usuários? Primeiro você precisa descobrir se eles são consumidores em potencial ou não. Se a chance de eles comprarem os seus produtos ou serviços é muito pequena, então é evidente que você irá perder o seu tempo e dinheiro tentando vender para eles.

Você também pode verificar se há pessoas nessas redes sociais que podem influenciar consumidores em potencial e como você pode trabalhar com eles para ampliar o seu conteúdo.

 

2 – Que tipo de conteúdo funciona em cada plataforma?

O próximo passo é analisar qual tipo de conteúdo é criado por marcas e usuários na plataforma e estudar o que possui mais engajamento e compartilhamento. Alguns pontos são óbvios – no Instagram você vai encontrar imagens lindas, por exemplo – mas existem outros inúmeros fatores a considerar.

Cada rede social possui um ecossistema único e você precisa descobrir se a sua marca pode produzir conteúdo que se encaixe nesse ecossistema. Caso contrário você estará forçando um encaixe não natural.

A segunda opção não tem chance de sucesso. Não há nada mais embaraçoso do que uma marca tentando fazer parte de algo que claramente não tem o seu perfil.

Alguns tipos de conteúdo simplesmente não vão funcionar para a sua marca e isso deve ajudar na sua decisão de ingressar ou não em novas redes sociais.

 

3 – O seu conteúdo se encaixa? 

Depois de avaliar qual tipo de conteúdo tem um bom desempenho em alguma rede, você vai ser capaz de dizer se pode reutilizar um conteúdo que já tem ou se terá que criar algo para a nova rede.

Algumas pessoas podem descordar mas o ideal seria criar algo novo. Não é bom apenas republicar a mesma imagem ou vídeo em diferentes redes sociais.

Você deve ser capaz de criar um conteúdo único para cada rede em que a sua marca está inserida, mesmo que seja um pequeno ajuste no que você já produz.

Se você possui um conteúdo relevante que pode ser ajustado para diferentes plataformas, então faça isso. O seu trabalho vai ser mais fácil e talvez a decisão de usar ou não aquela rede também se torne mais fácil.

Mas, de qualquer forma, uma nova rede significa que mais tempo e recursos serão gastos para cada plataforma que você ingressar. O que nos leva ao próximo tópico.

 

4 – Qual a quantidade de tempo e recursos você vai precisar para participar efetivamente dessa rede?

Não há sentido em começar uma nova rede social e apenas postar uma vez ou outra esperando pelo melhor. Se você vai ingressar em uma nova plataforma você precisa de tempo para planejar o seu engajamento com os usuários e ter um plano de conteúdo para isso, o que vai consumir tempo e recursos.

A sua equipe de mídias sociais vai ter tempo para fazer esse trabalho extra? Ou você vai precisar contratar mais pessoas ou talvez uma agência?

Os recursos necessários para ter sucesso em outras redes sociais vão te ajudar a determinar se o investimento extra vale a pena e se é uma opção viável.

 

5 – Qual o retorno?

A última questão é um pouco difícil de ser respondida somente em termos financeiros.

Mas mesmo que você não consiga definir qual o retorno financeiro de cada centavo gasto nas redes sociais, existem alguns fatores que podem te ajudar a decidir se vale a pena se empenhar.

A exposição da marca para uma nova audiência é um bom exemplo. Muitas marcas estão se aventurando no Snapchat por esse motivo, já que se trata de uma rede que possui uma grande participação do público jovem.

Existe uma série de formas de você medir seu sucesso nas redes sociais e tudo se resume a saber, com antecedência, o que você realmente espera dessa nova plataforma, o que é importante para o seu negócio e quais são seus objetivos.

Se uma nova rede social tem potencial para te dar um bom retorno e você tem conteúdo, tempo e recursos para investir vá em frente.

Mas antes de entrar com tudo em uma nova rede nós recomendamos que você analise com cuidado cada uma dessas questões apresentadas.

 

Fonte: Econsultancy

You may also like...