9 tendências nas redes sociais para 2018

Estamos chegando ao fim de 2017, e como todo fim de ano sempre temos aquele clima de reavaliação do que fizemos no ano que se vai e o que precisamos fazer para o ano que chega. Com o crescimento cada vez mais forte das redes sociais, essa reavaliação se faz importante para planejar que tipo de conteúdo você continuará produzindo nas suas páginas.

9 tendências nas redes sociais para 2018

A Filmora fez uma análise de quais podem ser as novas tendências nas redes sociais para 2018, considerando o crescimento constante dessas plataformas e das novas tecnologias.

 

01 – Dominação dos vídeos

Facebook, Snapchat, Instagram e Twitter estão investindo cada vez mais em vídeos para aumentar o engajamento e conseguir novos usuários.

– 80% da interação na internet em todo o mundo será feita por vídeos até 2020

– 87% dos publicitários usam vídeos nas suas campanhas

– 95% da mensagem é absorvida pelos telespectadores de um vídeo, enquanto apenas 10% é absorvida em posts com textos

 

02 – Aumento das Lives

Seguindo a tendência de maior quantidade de vídeos, as lives também ganharão mais espaço.

– O Streaming de vídeos está no caminho de se tornar uma indústria de $70 bilhões até 2021

– 80% dos consumidores diz preferir assistir uma live de uma marca do que ler posts

– Os vídeos feitos no Facebook Live tem 3x mais público do que os vídeos comuns

 

03 – Conteúdo efêmero

Quando falamos de conteúdo efêmero estamos nos referindo a postagens com um curto período de vida, como os storys e snaps que duram apenas 24h.

Essas mídias possuem um auto engajamento com seus usuários e são produzidos primariamente para dispositivos móveis.

Instagram e Snapchat devem ser considerados como um canal de investimento para a sua marca no próximo ano e nos anos seguintes.

 

04 – Realidade aumentada

A Realidade aumentada é uma forma criativa e inovadora de se conectar com o público e com os consumidores.

O poder de envolvimento desse tipo de tecnologia pode ser visto em jogos como Pokémon Go e o desenvolvimento de tecnologias específicas para realidade aumentada nas redes sociais, como o Facebook Camera Effects e a futura plataforma do Snapchat.

 

05 – Chatbots

As redes sociais são usadas principalmente para aproximar o relacionamento de uma marca com seus clientes. E através dos chatbots é possível programar algumas respostas em tempo real para esses consumidores.

Essas respostas prontas podem ser algo como “Obrigado pelo contato, em breve responderemos a sua dúvida”, ou respostas mais complexas de acordo com a mensagem recebida.

Alguns dados sobre os chatbots:

– 12 mil bots estão ativos mensalmente no Messenger do Facebook

– Estima-se que 30% das conversas serão com chatbots em 2018

– 80% dos chatbots podem ser usados de forma eficiente em serviços que funcionem 24h

 

06 – Foco na Geração Z

A Geração Z, nascidos entre 1995 e 2012, é considerada a primeira geração verdadeiramente digital. Eles não conhecem um mundo em que a internet não tenha feito parte da vida deles.

As marcas precisam ajustar suas ofertas para ir de encontro com as necessidades dessa geração que possui um poder de compra em crescimento no mercado.

As redes sociais mais utilizadas pela Geração Z

– 31% Youtube

– 24% Instagram

– 14% Snapchat

– 11% Facebook

– 8% Tumblr

– 5% Twitter

– 5% Outras

– 2% Pinterest

 

07 – Aumento no investimento em influenciadores

Os influenciadores ainda possuem um papel importante no marketing online, e esse papel vai continuar sendo exercido, visto que eles conseguem aumentar em até 10 vezes a taxa de conversão de uma marca.

Cerca de 90% das pessoas que já utilizaram marketing por influenciadores acreditam que essa é uma técnica de marketing efetiva e que certamente dará bons resultados.

Além disso, 49% dos usuários do Twitter e Instagram confiam nas recomendações dos influenciadores digitais.

 

08 – Conteúdo para mobile

A média de tempo que um usuário passa nas redes sociais no seu Smartphone é significantemente maior do que o tempo gasto em um computador tradicional. Isso significa que otimizar o seu conteúdo para dispositivos móveis vai ser ainda mais importante do que já é.

No caso de redes como o Snapchat isso é essencial, já que ele foi desenvolvido exclusivamente para smartphones.

 

09 – Aumentar sua participação em aplicativos de mensagem

Os aplicativos de mensagens são cada vez mais populares e representam uma boa participação no dia-a-dia dos usuários.

Apesar disso, ainda não é muito claro como as marcas podem usufruir desse uso para o seu benefício, visto que os usuários consideram os aplicativos de mensagens como algo mais particular e que seria muito intrusivo receber mensagens de propagandas.

Mesmo assim, alguns aplicativos, como o Messenger do Facebook, devem receber suporte para anúncios em breve.

 

Caso queria ver o infográfico completo (em inglês) desenvolvido pela Fimora, acesse esse link.

You may also like...