6 sinais de que é hora de demitir um cliente

A relação entre empresa e cliente pode ser complicada, especialmente no ramo empreendedor. Não existem estratégias que vão garantir que você se dê bem com todos os seus clientes, e como cada cliente também significa lucro para a sua empresa é natural querer fazer tudo ao seu alcance para agradar cada um deles.

6 sinais de que é hora de demitir um cliente

Infelizmente, nem toda relação é positiva, e existem casos em que é melhor demitir o cliente do que continuar com essa relação. É claro que cada relação terá altos e baixos, e você deve superar essas dificuldades temporárias antes de demitir um cliente.

 

Mas qual o ponto em que se torna necessário demitir um cliente? Veja seis sinais que podem te ajudar:

 

1 – O cliente toma mais tempo do que vale

Para o seu negócio ter sucesso você precisa ganhar mais dinheiro do que gastar. Se você acaba gastando mais dinheiro ou tempo (que também é dinheiro) em um único cliente que não te paga de forma a compensar todo esse trabalho, então faz sentido terminar um trabalho que só te traz prejuízo.

 

A exceção são para gastos temporários em excesso ou se esse cliente tem um grande potencial de crescimento e lucro no futuro.

 

2 – O cliente controla o seu trabalho e não aceita recomendações

Você é o expert no seu trabalho. O seu cliente tem o conhecimento da marca, mas quando se trata do trabalho é você que sabe as melhores estratégias e práticas necessárias para fazer um bom trabalho. Se o cliente fica gerenciando o seu trabalho, ou rejeita as suas recomendações constantemente, talvez seja melhor não continuar com essa relação no futuro.

 

Se você continuar a trabalhar de uma forma ineficiente ou inapropriada isso pode se refletir na sua marca e reputação, especialmente quando você for apontado como culpado por um resultado fraco do seu cliente, mesmo após ele ter recusado as suas recomendações.

 

3 – Falta respeito

Uma boa relação é baseada em respeito mútuo. Se o seu cliente não te respeita como empresa ou pessoa, ele pode começar a questionar o seu trabalho. Ele pode, até mesmo, começar a te tratar como um subordinado.

 

Não existe dinheiro que valha o esforço para manter uma relação ruim. De forma similar, se você não respeita o seu cliente não se sinta obrigado a continuar o trabalho com ele.

 

4 – Falta comunicação

Para que um relação de certo é necessário que exista uma comunicação clara estabelecida. Você precisa atualizar o seu cliente e entrar em contato quando tiver dúvidas, e ele deve responder, dar sugestões, concordar com o que é feito ou dar instruções para um novo trabalho.

 

Se o seu cliente não está disposto a se dedicar para estabelecer uma comunicação clara, eventualmente a relação terá problemas. Você não será capaz de fazer um bom trabalho e isso pode gerar grandes problemas no futuro. Trabalhe para resolver esses problemas antes de demitir um cliente.

 

5 – A relação não melhora

Qualquer um dos sinais anteriores pode surgir em diferentes níveis. Como por exemplo, pequenos momentos de desrespeito ou uma comunicação falha por alguns períodos. Se esses sinais não estão atrapalhando a relação mas já causam algum incomodo, talvez seja a hora de conversar e tentar mudar isso. Caso não exista uma evolução na relação, você pode seguir em frente.

 

6 – Você não aguenta mais trabalhar com esse cliente

Esse é o sinal mais básico dessa lista e um dos mais importantes. Por mais estranho que seja, esse sinal é o mais negligenciado pelas pessoas, porque elas priorizam o fator dinheiro ao invés das suas relações interpessoais. Você está no controle da sua empresa, se você odeia trabalhar com um determinado cliente não se force a fazer isso.

 

Em determinado ponto não importa o quanto você está ganhando se você não está feliz. Priorize a sua relação com os seus gerentes do que com clientes ruins, eles são o suporte da sua empresa.

 

Qualquer um desses sinais em excesso pode se tornar um motivo para demitir um cliente. Se você notar mais de um simultaneamente pode ser uma enorme dica de que é necessário seguir em frente. Quando você demitir um cliente faça isso da maneira correta, respeitando o contrato entre vocês. A última coisa que você quer é fechar portas e prejudicar a sua imagem.

 

Fonte: Entrepreneur

You may also like...