6 dicas para criar o seu e-commerce para artesanato

Por meio de mãos habilidosas o artesanato surge de uma forma única, criando produtos que trazem uma narrativa cheia de cultura e tradição. Essa tradição, que muitas vezes é passada de uma geração a outra, ganha novos olhares quando colocada a disposição de uma vitrine para o mundo. Por meio de um e-commerce para artesanato, esses produtos ganham um novo espaço e alcança um novo público.

6 dicas para criar o seu e-commerce para artesanato

Essa visibilidade de público surge como uma grande vantagem para os artesões que desejam investir no comércio eletrônico, expandido sua arte e saindo da restrição de vender apenas localmente.

Além disso, o artesanato possui um triunfo sobre outros tipos de produto: eles são únicos! Suas criações são originais e exclusivas, não possuindo uma concorrência direta no e-commerce.

Mas para que um e-commerce para artesanato dê certo é preciso tomar alguns cuidados. A seguir vamos dar algumas dicas para você não errar ao vender sua arte pela internet:

01 Defina seu mix de produtos

Antes de qualquer coisa é preciso definir o que você vai vender na sua loja online. Faça uma seleção entre os artesanatos que você cria e identifique quais podem funcionar nas vendas online.

É interessante escolher produtos que você consiga produzir por demanda, já que o seu esquema de vendas será diferente de uma loja que vende produtos feitos em massa. Você pode começar com uma seleção pequena de produtos e ir aumentando conforme for se adaptando as vendas online.

02 Defina seu tempo de produção

O artesanato é um produto que preza pela qualidade, além de ser algo único e que traz um pouco da história de quem o produziu. As peças podem seguir um mesmo modelo, mas dificilmente serão idênticas, e essa produção leva um tempo.

Por isso, deixe claro para os seus consumidores que cada produto terá um tempo para ser produzido após o pedido, adicionando esses dias ao tempo do frete. É muito importante que essa informação fique clara para o cliente antes que ele finalize a compra, então adicione o aviso na sua descrição e no processo de checkout para evitar reclamações sobre a demora.

03 Invista em embalagens reforçadas

Quando falamos de artesanato estamos falando de produtos que, em geral, são mais frágeis do que produtos convencionais, e essa fragilidade deve ser levada em conta na escolha das embalagens para o envio.

Escolha embalagens resistentes e que ajudem o produto a chegar inteiro na casa dos clientes. Aposte em plástico bolha e sacos de ar para revestir o produto, garantindo segurança durante toda a viagem, que muitas vezes pode ser longa, além de uma caixa para transporte bem fechada com uma fita adesiva de qualidade.

Assim, você garante que o seu e-commerce para artesanato não tenha prejuízos com produtos danificados durante o transporte.

04 Mostre bem o seu produto

Quando um consumidor compra um produto online ele não consegue tocar, sentir ou ver o produto como ele realmente é, e isso pode levar a dúvidas na hora da compra.

Com produtos criados por artesões isso não é diferente, por isso é extremamente importante caprichar nas fotos e vídeos dos seus produtos.

Mostre cada detalhe do que você produziu com fotos de diferentes ângulos, chegando o mais próximo possível de uma representação real do seu produto. Dessa forma, você irá diminuir a necessidade de um contato físico com o seu produto, dando mais garantias para o cliente realizar a compra.

Se possível faça fotos dos produtos em uso. Por exemplo: se você vende objetos de decoração mostre como eles ficam aplicados em um ambiente.

05 Capriche nas suas descrições

Complementando o que já dissemos sobre mostrar bem o seu produto com fotos de qualidade, a descrição também ajuda a entender melhor o seu processo de criação e o seu produto final.

Aproveite esse espaço para contar todos os detalhes da sua produção. Conte quais materiais você usou, quanto tempo demora para criar, de onde vem a sua inspiração, como seu artesanato foi feito…

Não deixe de fora informações como o uso de material reciclado ou processos feitos a mão, como pintura ou costura, por exemplo.

Enfim, conte a história do seu produto. Principalmente com o artesanato você tem um espaço para falar sobre a cultura do seu produto, enriquecendo o seu trabalho.

06 Divulgue seu trabalho

As redes sociais vão ser as suas melhores amigas em um e-commerce para artesanato. Aproveite esses espaços para mostrar a beleza dos seus produtos e se aproximar de potenciais clientes.

Faça publicações sobre o seu processo de produção, incluindo vídeos e stories do seu dia a dia, mostrando esse lado mais pessoal que só o artesanato tem.

Por ser uma produção de nicho, a divulgação é fundamental para que as pessoas descubram e se encantem com o seu e-commerce para artesanato.

Gostou do nosso artigo? No nosso blog temos muitos outros posts que podem te ajudar na criação do seu e-commerce para artesanato. Assine a nossa newsletter e não perca nenhuma dica. Até a próxima.

You may also like...