4 passos para descobrir um nicho de produto no e-commerce

Existem alguns e-commerces que não se especializam em um nicho e que vendem de tudo, como a Amazon ou o Submarino, e eles fazem isso bem. Mas nem todas as lojas do comércio eletrônico são como eles, pois, para esses lojistas, tentar vender de tudo pode levar a um fracasso.

4 passos para descobrir um nicho de produto no e-commerce

Da mesma forma, tentar competir de igual para igual com esses grandes e-commerces levaria a um grande investimento financeiro que definitivamente não está ao alcance de pequenos varejistas.

Se você se vê nesse cenário mas quer investir no comércio eletrônico, então considere investir em produtos de nicho no e-commerce, pois existem áreas de investimento com menor concorrência e maiores chances de sucesso.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre o porque disso:

A Importância do Nicho

Um e-commerce de nicho garante pelo menos três vantagens para a maioria das empresas:

Menor concorrência: A primeira vantagem é em relação a concorrência, pois ela não é tão direta quando a sua empresa trabalha com produtos de nicho.

Isso acontece porque, apesar dos grandes varejistas venderem de tudo, eles não se especializam em determinados produtos. Então, mesmo que eles tenham o produto a venda, uma loja especializada poderá prestar um melhor atendimento e ter mais opções de produtos para seus clientes.

Mais voz: Aqui falamos sobre marketing de conteúdo, visto que, quando bem utilizado, ajuda a posicionar a sua marca como uma especialista em um nicho.

Isso porque uma loja de nicho tem mais propriedade para falar sobre o seu produto do que uma loja que vende de tudo.

Por exemplo: se sua loja é especializada em cosméticos, você pode dar dicas de como utilizar os produtos ou indicar aqueles que possuem propriedades especiais para cada uso.

Ou seja, posicione a sua marca como uma autoridade da sua área e ajude seus consumidores.

SEO: Por fim, uma vantagem que ajuda o posicionamento da sua marca nos mecanismos de busca.

Trabalhando com produtos de nicho você terá palavras-chave que são mais fáceis de ranquear e gerar tráfego orgânico, ao contrário de palavras mais genéricas e que dificultam esse posicionamento.

Com as vantagens devidamente apresentadas, agora vamos falar sobre como escolher o seu nicho de produto:

4 passos para descobrir um nicho

1 – Pesquise o produto

Existe uma diferença significativa entre criar um produto que não existe e reunir produtos existentes em um nicho.

No primeiro caso, para criar um produto você precisaria fazer uma extensa pesquisa para entender os problemas, desejos e necessidades de seu público alvo. Mas se o seu objetivo é agrupar produtos em um nicho, seu foco estará em oferecer conveniência e prestação de serviço.

Por exemplo: a comunidade vegana cresceu muito nos últimos anos. Alguns escolheram a prática pelos seus benefícios a saúde, enquanto outros decidiram pelo estilo de vida vegano por serem contra o consumo de carne e a crueldade com os animais.

Esse segundo grupo não só não consome carne como também não utiliza nenhum produto com origem animal, como sapatos de couro ou roupas de seda. Em resumo, essas pessoas apresentam uma oportunidade de nicho.

Em contrapartida com esse estilo de vida temos os sapatos sociais masculinos, que são feitos, em grande parte, de couro de animal. Dessa forma, se um vegano quer comprar um sapato, ele terá que fazer uma pesquisa extensa até encontrar um fabricante que não utiliza animais na sua produção.

Nesse cenário, uma loja online pode tornar essa busca mais conveniente. Ou seja, o varejista pode identificar os principais fabricantes de sapatos veganos e reuni-los em uma única loja.

Com base nesse exemplo, podemos identificar nichos de produtos nos questionando sobre tipos de serviços e conveniências.

Uma dica: escreva uma lista de seus hobbies e interesses e se pergunte como eles impactam os seus hábitos de consumo. Então se questione, o que pode ser feito para tornar a compra desses itens mais fáceis, rápidas ou convenientes?

Você também pode pedir para que amigos e colegas de trabalho façam uma lista parecida. O objetivo é ter uma lista de nichos de produtos restrita que vai te ajudar na sua pesquisa.

Algumas ideias:

  • Sapatos sociais veganos
  • Produtos para jardinagem
  • Roupas plus size
  • Ervas orgânicas e acessórios para chá
  • Bicicletas elétricas e acessórios
  • Equipamentos para adestrar cães
  • Roupas e acessórios femininos para trekking e esportes radicais

2 – Consulte o SEO

Para cada produto na sua lista, faça uma pesquisa de palavra-chave. Um dos motivos para investir em um e-commerce de nicho é o seu potencial de ranquear palavras relacionadas ao seu produto.

Dessa forma, a pesquisa de SEO também vai te ajudar a descobrir se um nicho é muito pequeno ou muito grande. Além de te dar uma ideia de quanto trafego poderá ser gerado com o seu e-commerce e qual o tamanho da sua concorrência. 

Uma das ferramentas que recomendamos para fazer esse tipo de pesquisa é a Ubersuggest, pois se trata de uma ferramenta gratuita e que foi desenvolvida pelo Neil Patel, um dos maiores nomes do marketing digital mundial.

Se utilizarmos novamente “sapatos veganos” como exemplo, a ferramenta nos mostra que esse conjunto de palavras-chave possui um volume mensal de busca de 1.300, proporcionando 52% de chance de se posicionar entre os 20 primeiros lugares no Google.

Pesquisa por palavra chave de produtos veganos
4 passos para descobrir um nicho de produto no e-commerce

Apesar de ser uma palavra-chave de fácil posicionamento, o baixo volume de busca mensal talvez não justifique um loja somente para esse tipo de produto.

Já o termo “bicicleta elétrica” possui um volume de 135 mil buscas mensais, resultando em apenas 23% de chance de se posicionar entre os 20 primeiros no ranking de busca. 

Em resumo, é uma palavra-chave difícil para se trabalhar em um nicho. Contudo, se prestarmos atenção nas suas palavras derivadas e relacionadas, veremos que existe espaço para trabalhar e tentar entrar nesse mercado.

Pesquisa por palavra chave de bicicleta
4 passos para descobrir um nicho de produto no e-commerce

Além do Ubersuggest, existem muitas outras ferramentas de pesquisa de SEO e palavras-chave, use o seu método favorito para essa pesquisa.

O objetivo aqui é decidir se o existe tráfego o suficiente para tornar o seu e-commerce de nicho lucrativo e determinar se é possível ranquear com suas principais palavras-chave.

3 – Procure por fornecedores

Assim que você identificar algumas possibilidades de produtos de nicho, é hora de começar a procurar por fornecedores em potencial. O objetivo desse passo é ter uma lista específica de quais produtos seu e-commerce pode vender.

Essa parte é um pouco trabalhosa. Por exemplo, se você quer ter um negócio de produtos para jardinagem, você terá que buscar por fornecedores da área, fazer uma lista de possibilidades e entrar em contato com cada um deles para obter informações sobre preços, métodos de pagamento e quantidade mínima de pedidos.

Da mesma forma, obtenha um catálogo completo de cada fornecedor com a lista de produtos disponíveis que você pode considerar para negociar.

4 – Faça uma análise dos produtos

Com a lista dos produtos em mãos você poderá analisar a disponibilidade com cada fornecedor e decidir o que vai vender de cada um.

Além de verificar qual o melhor fornecedor para cada tipo de produto, você deve analisar alguns fatores fundamentais de venda no e-commerce, como por exemplo:

  • Margem de lucro sobre o produto
  • Valor médio da concorrência
  • Custos com frete
  • Demanda de produto

Outro fator a ser analisado refere-se as taxas de vendas em marketplaces, caso você decida vender nesses locais.

O importante é você estar confortável e confiante com as suas decisões.

Trabalhar com um e-commerce de nicho tem as suas vantagens mas exige o mesmo trabalho e dedicação de qualquer outro negócio. Analise bem as suas opções e faça escolhas que te tragam possibilidades de vendas e crescimento.

Gostou do nosso conteúdo? Não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter e receba todas as nossas novidades em primeira mão.

Com informações do Practical Ecommerce

You may also like...