4 formas de segmentar o e-mail marketing

O e-mail marketing é uma das ferramentas mais utilizadas pelos lojistas do e-commerce. Quando feito de maneira correta ele se torna uma estratégia eficiente para atrair clientes e gerar vendas. Dessa forma, trabalhar e-mails personalizados e com um foco definido é fundamental para trazer bons resultados nas suas campanhas.

4 formas de segmentar o e-mail marketing

Os consumidores recebem milhares de e-mails todos os dias, e com tanto volume entupindo as suas caixas de entrada, esses consumidores irão apenas dedicar o seu tempo a aquelas empresas que oferecerem um tratamento customizado.

Segmentar o seu e-mail marketing é uma tarefa que pode tomar uma boa parte do seu tempo, porém os resultados vão compensar esse trabalho. Segmentar significa que você vai analisar a sua base de clientes e dividi-los em grupos específicos, com gostos e características em comum.

Abaixo você confere 4 formas bem simples de segmentar o seu público e começar a personalizar o seu e-mail marketing:

 

01 – Segmentação por dados

A segmentação por dados é uma das formas mais clássicas de trabalhar um grupo de clientes. Aqui você traça um perfil mais amplo, segmentando por gênero, idade, cidade e até mês de aniversário. São informações que você obtêm no cadastro do cliente.

Com esses dados já é possível criar algumas campanhas que atendam melhor a cada perfil de consumidor, como por exemplo um e-mail voltado apenas para o público feminino ou e-mail promocional para moradores de São Paulo. Algumas opções:

 

  • Produtos para homens / Produtos para mulheres
  • Datas comemorativas regionais
  • Produtos que remetam a hábitos culturais de alguma região
  • Aniversariantes do mês
  • Frete grátis para alguma região
  • Produtos que podem ser atraentes para determinada faixa etária

 

É interessante deixar claro no título do e-mail que se trata de uma ação personalizada, isso pode atiçar a curiosidade do consumidor e aumentar a taxa de abertura.

 

02 – Histórico de compra

Fazer uma segmentação por dados pode acabar esbarrando em um empecilho, já que não necessariamente as pessoas que possuam dados em comum terão interesse no mesmo tipo de produto.

Assim, uma boa ideia é utilizar o histórico de compras dos seus clientes para criar ofertas que possam ser atraentes para aquele grupo. Por exemplo, um cliente que comprou produtos infantis talvez tenha filhos ou alguma criança na família, assim você pode apresentar produtos similares ou complementares ao que ele comprou em um e-mail.

Da mesma forma, um cliente que comprou um tênis talvez tenha interesse em meias ou produtos esportivos

Quando fizer uma segmentação baseada em histórico de compras considere a marca, o tipo de produto ou a sua categoria, a partir desses dados você poderá criar e-mails com sugestões similares. É necessário visualizar o cenário completo da compra para fazer boas sugestões.

 

03 – Combinação de dados

O histórico de compras pode trazer boas informações sobre os consumidores, mas essas informações não são infalíveis. Compras que foram para presentes, por exemplo, podem não ter uma correlação com as futuras compras.

Uma combinação de dados com o histórico de compras pode ajudar a prever as atividades futuras desses clientes.

Por exemplo, um grupo de clientes do gênero feminino que compram produtos cosméticos pode ser uma boa segmentação de oferta. Adaptar o seu conteúdo para esse tipo de dado é a chave para a segmentação do seu e-mail marketing.

 

04 – O horário certo

Cada pessoa tem a sua própria rotina de e-mail. Alguns acessam a sua caixa de entrada várias vezes ao dia enquanto outros só olham no final do dia. Enviar e-mails quando os destinatários estão próximos de abrir a sua caixa de entrada pode encorajar as compras.

Pode ser difícil descobrir qual o horário em que seus consumidores abrem os seus e-mails. Algumas ferramentas de e-mail marketing oferecem dados de abertura, e através desses dados é possível analisar em qual horário os seus e-mails possuem uma maior taxa de abertura e ir ajustando os horários de envio.

Da mesma forma, configurar respostas rápidas para ações do usuário, como e-mails com carrinho abandonado, também podem ajudar a aumentar as vendas.

 

E você, já faz alguma segmentação na sua loja? Conta pra gente como é a sua experiência com o e-mail marketing, talvez a gente possa se ajudar nessa.

You may also like...