4 dicas para melhorar seu e-mail marketing

Todo e-commerce deve se preparar com antecedência para datas comemorativas. O planejamento é parte fundamental de uma campanha de sucesso. Nesse artigo, vamos dar 4 dicas para que você prepare as suas campanhas de e-mail marketing para o seu e-commerce.

4 dicas para melhorar seu e-mail marketing

1 – Estabelece uma estratégia

Uma estratégia de e-mail marketing começa analisando quatro fatores, pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças. Algo mais ou menos assim

 

Pontos fortes: Quantidade de clientes fiéis e números de inscritos na sua lista de e-mails.

Pontos fracos: Eficiência operacional.

Oportunidades: Aumentar a receia através dos e-mails. Aumentar o número de inscritos.

Ameaças: Concorrência, situação econômica em geral.

 

Aumentar a receita através dos e-mails pode incluir, por exemplo, a mudança na frequência de e-mails para grupos segmentados, ou estabelecer novas ofertas para datas comemorativas.

 

2 – Desenvolva o design antecipadamente

Se manter relevante e atual é vital para manter os seus inscritos. Conforme crescem, é comum que as lojas façam mudanças nas artes dos seus e-mails, no layout, no design básico e até mesmo na logomarca.

 

Estabeleça modelos de e-mail marketing para cada temporada do ano. Isso te permite identificar e corrigir erros com antecedência, além de analisar qual tipo de e-mail tem a melhor resposta dos seus clientes e maior taxa de cliques.

 

Você poderá acompanhar o funil de conversão e as ações dos clientes nos seus e-mails, como onde eles estão clicando. Isso vai te ajudar a identificar o que incluir em um e-mail e onde incluir. Por exemplo, se você inclui algumas categorias de produtos no seu e-mail, mas a maioria dos cliques é na sua logo, talvez essas categorias não sejam ideais para o público segmentado.

 

Pequenos ajustes no design e no texto podem aumentar as taxas de conversão e fazer uma grande diferença na receita.

 

3 – Tente novas ideias para se destacar

De acordo com uma nova pesquisa lançada pela Yesmail, as marcas estão enviando mais e-mails em datas comemorativas, porém o engajamento nesses e-mails tem diminuído. A Yesmail verificou um aumento em 2015 de 13,4% de marcas que enviam e-mails em datas comemorativas. Mas a taxa de abertura caiu 13% no segundo semestre de 2015.

 

Simplificando, é cada vez mais difícil se destacar e se manter relevante na imensidão de e-mails que as pessoas recebem todos os dias. Para tentar superar isso, considere algumas dessas sugestões:

 

Emojis: Faça alguns testes com emojis no título do e-mail, especialmente se a sua empresa ainda não os usou.

Altere o endereço “DE” e-mail: Tente mudar o nome do e-mail de envio da sua empresa, pode ser uma variação do nome da sua marca ou de alguém da sua empresa para deixar mais pessoal.

Use um subtítulo: Use os subtítulos como uma extensão do título do seu e-mail. Essa opção tem uma ótima visualização em smartphones, onde a maioria dos e-mails são lidos atualmente.

Mude a rotina dos seus e-mails: Faça alguns testes mudando data e horário de envio dos seus e-mails. Se você costuma mandar sempre no período da manhã e durante a semana, teste mandar nos finais de semana e em horários mais tardes. Analise e veja qual teve uma melhor taxa de abertura e cliques.

 

4 – Limpe o seu banco de dados

Campanhas de e-mail marketing só são fortes de acordo com a qualidade do seu banco de inscritos. O banco de dados de usuários precisa ser limpado e organizado periodicamente, assim você manterá seus inscritos em ordem e poderá identificar oportunidades em potencial de forma mais fácil.

 

Verifique se os e-mails estão corretos

Tente corrigir e-mails não entregues. Talvez seja algum erro de digitação ou o cliente tenha mudado de e-mail. Mande um e-mail teste pedindo uma nova inscrição com o novo e-mail.

Segmente a sua lista. Analise a taxa de abertura, cliques e última data dos seus clientes. Isso ajudará a dividir os seus clientes em grupos específicos.

 

O segredo no e-mail marketing é sempre testar e analisar, assim você poderá decidir o que funciona melhor para a sua empresa e o seu público.

 

Fonte: Practical Ecommerce

You may also like...