10 tendências dos consumidores para 2016

Os consumidores esperam cada vez mais que os avanços tecnológicos tenham uma aplicação real nas suas vidas. Com base nessa tendência, o Ericsson ConsumerLab fez uma lista com 10 tendências de consumo para 2016 baseada em uma pesquisa realizada com 1,1 bilhão de pessoas em 24 países diferentes, incluindo o Brasil.

Algumas tendências dessa pesquisa são um pouco futuristas, mas o mercado de massa cresce cada vez mais rápido e é necessário discutir novas tecnologias com os consumidores para conceitualizar o futuro.

10 tendências dos consumidores para 2016

1 – O efeito da vida conectada

Ao usar a internet nós estamos nos tornando cada vez mais interconectados com os outros. Quatro em cada cinco pessoas sentem os benefícios de uma vida conectada ao compartilhar experiências, como deixando reviews de produtos ou serviços.

A inteligência coletiva também é um efeito da vida conectada, com 38% das pessoas considerando as avaliações dos usuários mais importantes do que a de um especialista.

 

2 – Filhos do Streaming

Uma das mudanças mais significativas na internet é a grande quantidade de vídeo online. Os adolescentes são o grupo que mais assiste vídeos diariamente no YouTube. 46% dos adolescentes entre 16 e 19 anos gastam uma hora ou mais no YouTube todo dia.

 

3 – Inteligência Artificial finaliza o uso das telas

A inteligência Artificial vai permitir a interação entre objetos sem a necessidade de uma tela de um smartphone. Um em cada dois usuários de smartphones acredita que eles serão algo ultrapassado nos próximos cinco anos. A necessidade por melhores soluções tecnológicas vão reduzir a necessidade de tocar uma tela, 85% dos usuários de smartphone acreditam que assistentes eletrônicos serão comuns em cinco anos e que a inteligência artificial irá realizar tarefas comuns como pesquisar na internet, preparar um guia de viagem e atuar como um assistente pessoal.

 

4 – Virtual se torna real

Os consumidores querem que a tecnologia virtual seja presente em atividades cotidianas como assistir a um jogo ou fazer uma vídeo-chamada. 44% querem, até mesmo, imprimir a sua própria comida. A realidade virtual também poderá ter um impacto nas compras online, os consumidores querem saber o tamanho real e a forma do produto enquanto fazem suas compras online.

 

5 – Casas com sensores

55% dos usuários de smartphones acreditam que os materiais usados para construir uma casa possa incluir sensores que detectam a presença de mofo, vazamentos ou problemas na rede elétrica. Como resultado, o conceito de casas inteligentes teria que ser repensado a partir do zero, onde a internet seja tão essencial na construção da casa quanto o encanamento ou a fiação elétrica.

10 tendências dos consumidores para 2016

6 – Passageiro Conectado

O tempo gasto no trânsito tem aumentado significamente em muitas cidades. Os usuários do transporte público não querem sentir que são apenas um objeto no trânsito, eles desejam usar esse tempo de forma significativa. 86% deles utilizaria serviços de transporte personalizados se estivessem disponíveis. A tendência para o transporte público no futuro é que ele não sirva apenas para levar o passageiro do ponto A ao ponto B, mas também proporcionar um tempo de qualidade.

 

7 – Bate-papo de emergência

Atualmente, as pessoas se comunicam mais por texto do que por ligações. As redes sociais podem se tornar a preferência na hora de contatar um serviço de emergência. Seis em cada dez consumidores também se interessariam por um aplicativo que passe informações confiáveis sobre desastres.

 

8 – Sensores Internos

O consumidores de hoje em dia gostam de melhorar o seu bem-estar físico, enquanto monitoram o seu progresso utilizando dispositivos tecnológicos vestíveis. Sensores internos que analisam o bem estar do nosso corpo podem se tornar os novos dispositivos vestíveis. Oito em cada dez usuários gostaria de usar uma tecnologia que melhorasse as percepções sensoriais e as habilidades cognitivas como visão, memória e audição.

 

9 – Tudo poderá ser hackeado

A internet tem um alcance global instantâneo, infelizmente isso também nos deixa vulneráveis a cyber ataques. A maioria dos usuários de smartphones acredita que vírus e hackeamentos continuarão a ser um problema. Pelo lado positivo, um em cada cinco diz que tem mais confiança em empresas que foram hackeadas e resolveram o problema.

 

10 – Usuário Jornalista

Ao compartilhar observações, opiniões, ideias e comentar ativamente em outras publicações, os usuários estão cada vez mais agindo como jornalistas. Consumidores estão compartilhando mais informações do que nunca e acreditam que isso irá crescer e influenciar na sociedade. Mais de um terço acredita que reclamar nas redes sociais sobre uma empresa corrupta tem mais impacto do que ir a polícia.

 

Para acessar o relatório completo com todas as tendências para 2016 clique aqui.

 

Fonte: Ericsson

You may also like...